RSS

Penedo -RJ

Penedo está localizado no Estado do Rio de Janeiro, às margens da Rodovia Presidente Dutra (BR-116) que liga o Rio de Janeiro a São Paulo. Além de ser uma das mais belas paisagens do país, tem o privilégio de oferece acesso fácil a outros destinos turísticos aos visitantes: Parque Nacional do Itatiaia, Serrinha do Alambari e Visconde de Mauá.
 
Aliado à beleza natural, o vilarejo oferece uma vasta e variada rede hoteleira, restaurantes de alta qualidade, lojas de artesanato e um comércio local diversificado, bem ao gosto de quem procura a região para fugir da agitação dos grandes centros urbanos.
 
 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Monte Verde

"Ar europeu" é principal característica de Monte Verde

Paixão à primeira vis(i)ta. Cercada pelas montanhas da Serra da Mantiqueira, Monte Verde conquista os turistas instantaneamente graças ao seu "ar europeu", caracterizado por baixas temperaturas, paisagens exuberantes e clima romântico. O charmoso vilarejo, que fica no distrito de Camanducaia, cidade do Sul de Minas Gerais, está a 1.500 metros de altitude e atrai, principalmente, casais em busca de sossego. Mas também é um destino para toda a família por oferecer uma boa estrutura de hotéis e pousadas, várias opções de ecoturismo e ótimos restaurantes.
Monte Verde é ideal para passar um fim de semana ou um feriado prolongado, mas o tom hospitaleiro típico do povo mineiro faz o turista ir para casa com a promessa de voltar logo, quem sabe para ficar uma semana ou então passar as férias. Afinal, há muito para se ver: morros, pedras, picos e belíssimas casas em estilo europeu.
Não é de se admirar que Monte Verde tenha surgido da busca de imigrantes europeus por uma região com características próximas a de seus países de origem. A primeira colônia a se fixar foi a da Letônia, liderada por Werner Grinberg, juntamente com sua esposa Emília Lejasmeijers Grinberg, em 1936. O nome do vilarejo, por sinal, tem origem no pioneiro: é, na tradução para o português, Verde ("Grin") Monte ("Berg").
O trekking (ou caminhada) é a melhor maneira de conhecer a região, que tem oito trilhas principais. E nem precisa ter fôlego de atleta: a trilha que leva ao topo da pedra conhecida como Chapéu do Bispo, que fica a 1.955 metros de altitude, leva cerca de 1h e deixa o turista literalmente "nas nuvens", para não falar da vista estonteante.
O passeio pelas trilhas também pode ser feito pilotando quadriciclos, aventura que é devidamente monitorada por profissionais e pode durar até quatro horas. Mesmo mountain bikes, jipes, motocicletas, 4X4 e, claro, cavalos, também estão disponíveis para aluguel em Monte Verde. Aliás, no vilarejo está o aeroporto mais alto do Brasil, que fica a 1.600 metros de altitude; de lá, saem aviões de pequeno porte para voos panorâmicos que vão até Campos do Jordão.
Passar um dia em Monte Verde é viver uma série de experiências: respirar o ar puro das montanhas, usufruir um contato muito próximo da natureza, provar sabores sofisticados e lançar-se em aventuras repletas de emoção. Tudo isso fica ainda muito melhor com o friozinho das montanhas, o crepitar da lareira e, principalmente, uma boa companhia.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

LONDRES

Atrativos: praticar o punting (passeio em um barco de madeira) pelo Rio Cam, com um guia a tiracolo para conhecer os nomes e histórias que envolvem cada lugar; percorrer o trecho dos jardins até a capela da Kings College Chapel; conhecer as instalações da Universidade da cidade, de onde saíram mais de 80 ganhadores do Prêmio Nobel.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Monteverde Cloud Forest, Costa Rica

Reserva Biológica de Monteverde Cloud Forest tem guias profissionais locais disponíveis, todos eles têm amplo conhecimento sobre a natureza Monteverde's e história. Se você estiver interessado em aprender os segredos por detrás da floresta da nuvem, sugerimos que você tire proveito de nossos guias que irá fornecer-lhe uma experiência inesquecível e educativa.

Monteverde é um santuário para mais de 500 espécies de aves, um paraíso onde as estrelas principais são o majestoso quetzal e três acácia araponga. Os amantes de pássaros poderia tomar uma observação de pássaros assistência todos os dias, que começa às 6h00 no Stella de Reserva. O passeio é a pé. O tamanho mínimo é de quatro grupo, máximo é seis. O passeio leva 4 1/2 horas.

Para visitar a Reserva Biológica de Monteverde Cloud Forest merece ser uma rica experiência de aprendizagem descobrir os segredos da floresta nuvem exuberante. Explore a sua biodiversidade, onde vivem mais de 130 espécies de mamíferos, mais de 500 aves, 120 espécies de anfíbios e répteis, mais de 3000 espécies de plantas que 500 são orquídeas, além de milhares de insetos.

22  

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Los Roques, Venezuela

Los Roques é amplamente considerado o destino mais extraordinário e imperdível para os visitantes da Venezuela. E não é à toa. Situado a aproximadamente 170 quilômetros da costa do país, em pleno mar do Caribe, o arquipélago possui cerca 50 ilhas e uma infinidade de atrativos para os seus turistas, em sua maioria casais e jovens que buscam incomparáveis praias para desfrutar. Embora acessível por barcos particulares vindo de vários locais, o principal meio de se chegar ao arquipélago são através dos vôos comerciais que partem quase que diariamente de Caracas, Porlamar e Maracaibo.

O aeroporto de Los Roques se encontra na ilha Gran Roque, a mais povoada da região, local onde também se concentram os principais hotéis, pousadas e a parca infra-estrutura do lugar.  Não espere por muito luxo: a maioria dos locais de hospedagem, por exemplo, sequer oferece água aquecida, algo que dificilmente fará falta. Também é em Gran Roque que deverá ser paga a taxa obrigatória para visita do arquipélago, já que, diante da legítima necessidade preservação, foi instituído um Parque Nacional no lugar em 1972.

Um dos principais destaques de Los Roques é a ampla variedade de opções para se aproveitar.  Os amantes de mergulho, por exemplo, irão se fartar com as excelentes alternativas, dentre as quais se destacam Boca de Cote, Las Salinas e La Guasa. A visibilidade beira o inimaginável e a fauna submarina local deixará até os iniciados na prática impressionados.

Para quem busca praias para relaxar, se banhar e tomar sol, as possibilidades não são menos amplas. Ao contrário, areias brancas e águas calmas e transparentes, ideais para banhistas, são abundantes em Los Roques. As ilhas mais conhecidas para tal são Francisquí, Madrisquí e Crasquí que, a exemplo dos locais para mergulho, são acessados de barco a partir de Gran Roque. Outro destino interessante no arquipélago, principalmente se crianças estiverem no grupo de viagem, é a visita à Dos Mesquises, onde é possível conhecer e participar do projeto “adote uma tartaruga”.

21

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Vale Cocora, Colômbia

Valle del Cocora está entre uma das regiões mais visitadas na Colômbia, devido às suas paisagens deslumbrantes, coberto de uma bela montanha névoa quase todo o ano.

Apenas a 3 horas do clima quente de Cali, Valle del Cocora sente outro país e tem a característica única de ser quase sempre coberta de florestas "nuvem", uma névoa que cobre os topos das montanhas e muitas vezes desliza o seu caminho para baixo os lados para altitudes mais baixas. O vale também faz parte do Parque Nacional Natural Los Nevados.

Como a próxima pequena cidade de Salento, chove quase todos os dias no vale, no entanto tivemos a sorte de escapar da chuva quase que inteiramente durante a nossa viagem lá. Estava muito frio durante a tarde e noite; por isso não se esqueça de levar roupas quentes e sapatos de caminhada e roupas se você estiver visitando a área. 

20 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Formentera, Espanha

Formentera é conhecida como o último paraíso do Mediterrâneo por ter sabido conjugar o turismo com a proteção do meio ambiente. A luta de várias gerações de habitantes locais
tornou possível a conservação de uma ilha cujas praias de águas cristalinas e o clima fazem dela uma pequena joia do Mare Nostrum.

Só se consegue chegar a Formentera de barco vindo de Ibiza. Esta inacessibilidade transforma-a num local tranquilo para fugir do stress e da massificação. Pode desfrutar da ilha passeando em bicicleta ou banhando-se nos seus mais de 20 km de praias de areia branca e águas de infinita transparência, onde é possível praticar todo o tipo de desportos náuticos. O segredo da existência de um mar cristalino e das extensas praias de Formentera, que a diferenciam do resto do Mediterrâneo, é a pradaria de Posidonia que rodeia a ilha, uma depuradora natural que limpa a água e permite a sedimentação da areia no litoral. Um autêntico bosque submarino, que foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 1999.

O sucesso turístico da ilha, amada tanto por residentes como por visitantes, assenta no facto de ainda ser possível encontrar algo de diferente em Formentera. A diferença é marcada pelo respeito pela Natureza, a sobrevivência da sua própria cultura e a visão de conseguir a exclusividade através da proteção do meio ambiente.
Outros fatores de diferenciação em Formentera são a liberdade e a sua luminosidade, que se converteram, desde os anos 70, em atrativos para artistas e artesãos que, hoje em dia, fazem parte do património diferencial da ilha. O seu design de roupa, acessórios e joias, ou as suas obras de arte, funcionam como poderosos chamarizes de Formentera.


 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Madeira, Portugal

A ilha da Madeira é um dos mais belos destinos de férias da Europa, onde muitos milhares de turistas anseiam regressar todos os anos. Porquê?

Além do excelente clima durante todo o ano e da riquíssima fauna e flora, a Madeira é também um local onde praticamente não existe criminalidade, sendo um dos destinos de férias mais seguros do mundo!

Locais a visitar

Avenida Arriaga
 
Explore o Funchal a pé partindo desta bela avenida ladeada por jacarandás. Daqui, terá acesso à catedral e a várias atracções culturais da cidade. Não perca as Adegas de São Francisco – propriedade da Madeira Wine Company –, os maravilhosos Jardins Municipais e o monumento erigido ao Infante D. Henrique.

Convento de Santa Clara
 
Este convento foi construído para as freiras clarissas em finais do século XV. As suas paredes estão decoradas com magníficos azulejos azuis datados do século XVII. Conta a lenda que João Gonçalves Zarco (o descobridor da Madeira) e a sua família estão sepultados na cripta da igreja.

Fortaleza de São Lourenço
 
Outrora parte da extensa rede de defesa marítima do Funchal, esta fortaleza do século XVI é hoje usada pelo Representante da República para a Região Autónoma da Madeira. Poderá visitar o Bastião Norte, onde existe uma pequena mas interessante exposição sobre a história da fortaleza.

Reid’s Palace Hotel
 
A Imperatriz da Áustria Sissi, Winston Churchill, o Capitão Scott e a Princesa Stephanie do Mónaco são alguns dos ilustres hóspedes que estiveram alojados neste opulento hotel do século XIX. Nada se compara a desfrutar de uma tarde lânguida tomando chá com scones e admirando as vistas sobre a baía do Funchal a partir do terraço.

Mercado dos Lavradores
 
Um verdadeiro festim para os sentidos espera por si neste colorido mercado, que vende uma infindável variedade de frutas exóticas, legumes e algumas flores locais.

Jardins Blandy’s e Palheiro
 
Árvores, arbustos, plantas e flores raras e exóticas vindas de todo o mundo crescem nestes jardins botânicos situados 3 km a leste do Funchal, na estrada que conduz à Camacha. A propriedade pertence à famosa família vinícola Blandy desde 1885.

Jardins Botânicos da Quinta do Bom Sucesso
 
Estes fabulosos jardins botânicos acolhem cerca de 2000 espécies de plantas tropicais e subtropicais num jardim com 3,5 ha outrora pertencente à família Reid, também detentora do famoso hotel com o seu nome. Reserve uma tarde para admirar as flores exóticas, desfrute de um café no terraço, admire a vista panorâmica sobre a baía do Funchal a partir do miradouro e termine o passeio com uma visita pelo aviário repleto de periquitos exóticos e coloridos.
 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Os Lagos Mais Espetaculares do Mundo

Se já fizemos uma visita a algumas das cavernas mais impressionantes do planeta, hoje vamos fazer o mesmo com os lagos mais espetaculares do mundo, outras autênticas maravilhas que nos oferece a natureza. Seja lagos espetaculares de diferentes cores, alguns que parece difícil de acreditar que existam, lagos espetaculares localizados em lugares tão surpreendentes como crateras vulcânicas, ou a milhares de metros de altura… Todos os que fazem parte desta lista de lagos espetaculares surpreendem tanto por sua beleza quanto pelo quão incrível é acreditar que não é o produto da imaginação. 

Os lagos se originam a partir das depressões que criam as falhas, pela obstrução dos vales ou pelo acúmulo de morenas glaciais. Em alguns casos, devido à sua especial localização ou por sua própria origem, dão lugar a autênticos espetáculos visuais.Apresentamos aqui a nossa lista dos lagos mais espetaculares:

Lago Del Cráter (Crater Lake), Estados Unidos

Localizado no estado de Oregon, nas Montanhas Cascade, este lago espetacular é um lago de cratera que se destaca por ser o mais profundo de todo o país. Tornou-se uma das principais atrações turísticas da área pela incrível cor azul transparente de suas águas e a beleza do ambiente. Um paraíso que vale a pena descobrir.

Lago Peyto, Canadá

O Canadá é um dos países com mais beleza natural e paisagens mais incríveis. Um dos exemplos mais claros que temos no Parque Nacional de Banff, no qual se encontra o Lago Peyto, que chama a atenção pela intensa cor turquesa de suas águas. Trata-se de um lago de origem glacial que conta com um comprimento de 2,8 km e uma largura de cerca de 800 metros.

Lago das Medusas, Ilhas Palau

Este peculiar lago faz jus ao seu nome, já que atualmente se encontra povoado por um exército de medusas que foram isoladas quando se fechou a saída para o oceano. Alimentam-se das algas existentes no lago, o que fez com que a sua população crescesse de forma exorbitante neste lago espetacular. Apesar de terem pequenas células urticantes, não é um problema para a pele humana, o que torna possível nadar ao lado delas e inclusive tocá-las.

 

Lagos de Kelimutu, Indonésia

Neste caso, nos referimos a três lagos que se encontram localizados no vulcão Kelimutu na ilha indonésia de Flores. Há muito conhecidos porque cada um tem uma cor em suas águas, que também vão mudando de tonalidade.

 

Lagos das Dunas de Ihhan Ubari, Líbia

Nas dunas de Ihhan Ubari emergem um total de 15 lagos de água salgada. Um grande oásis de enorme beleza que contrasta com o deserto em torno deles. Um lugar paradisíaco, onde não faltam as palmeiras e as águas tranquilas que inclusive permitem o banho. Os dois lagos mais conhecidos é o Mandara e o Umm el-Maa.

Lago Masyuko, Japão

Sem dúvida, um dos lagos mais espetaculares do mundo. Localizado em uma cratera vulcânica de mais de 7.000 anos de idade, imposta pela beleza de todo o ambiente, com paredes de quase 200 metros de altura e cercado por centenas de árvores. Uma imagem quase irreal de tão cativante que é. Também conhecido por sua enorme profundidade e por ter uma das águas mais transparentes do mundo.

Fryng Pan Lake, Nova Zelândia

A Nova Zelândia se destaca pelas incríveis paisagens que oferecem. Um deles é o Vale Vulcânico de Waimangu, que abriga um sistema hidrotermal provocado pela erupção há mais de um século do Monte Tarawera.
A área está repleta de incríveis lagos espetaculares, entre os quais se destaca Frying Pan Lake, que é o maior lago de água quente no mundo.

 


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Lagoa Verde, na Bolívia

Um dos lugares mais espetaculares que podem ser encontrados entre a Bolívia e o Chile é a Lagoa Verde, juntamente com o vulcão Licancabur em cima. Você já viu alguma vez?
 
Esta lagoa se encontra na região de Potosi, na Bolívia, na Cordilheira dos Andes e por isso estamos falando de uma das mais belas áreas de montanha do mundo.

19

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Tayrona, na Colômbia

Águas cristalinas de cores azuis e verdes, ecologia e biodiversidade únicas no mundo e uma possibilidade de alojamento que permite um contato direto com a natureza, são algumas das características que fazem do o destino ideal para os amantes da natureza e a aventura.

Esta formosa reserva natural escolhida por Publicações Lonely Planet como um dos 10 destinos a visitar em 2010, está localizada entre o Oceano Atlântico e a Serra Nevada de Santa Marta e é formado por 15.000 coloridos hectares dos quais 3.000 são de área marinha. É habitat de milhares de espécies coloridas que se distribuem em diferentes faixas térmicas que vão desde o nível do mar até alturas de 5.775 metros.

Conta também com 108 espécies de mamíferos entre as que se sobressaem o gracioso aullador, o tigrillo, o macaco maicero, o veado e mais de 70 espécies de morcegos. Assim mesmo, o parque conta com umas 300 variedades de aves entre as que se encontram a águia branca e a águia solitária. Em seus oceanos vivem 110 espécies de corais, 471 de crustáceos e 700 espécies de moluscos, entre outros.

No centro do parque se encontram as ruínas arqueológicas de Pueblito, um lugar mágico que encerra os segredos dos antepassados da civilização Tayrona que ocuparam a região desde épocas pré-colombianas até a colonização.

O cabo de San Juan de Guia, a noventa minutos de caminhada desde a entrada do parque, é um palco de explosão e contradição onde a força do mar e a excitante selva tropical chocam entre si para criar um ambiente de luxo e esplendor. Um caminho de pedra pré-colombiana rodeado de espessa vegetação une a este singular lugar com Chairama, outro dos lugares atraentes do parque.

No lado Oeste deste lugar feliz se encontra a Quebrada Valencia, um rio que a caminho do seu esperado oceano passa por uma enorme parede de pedra formando quedas de água monumentais, espumas brancas e efervescentes que parecem organizar um espetáculo para o deleite de cada turista que chega até aí.

18


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Holbox, México

Holbox é uma pequena ilha localizada na costa norte da península de Yucatán. Famosa por santuário tubarão-baleia, a encantadora ilha é ideal para os amantes da natureza e destino para quem procura encontrar a tranqüilidade de um dos poucos paraísos que ainda sobrevivem na terra.
Com 42 km de comprimento e 2 km de largura, a Isla Holbox oferece 36 km de pura areia de coral branco. Ele está localizado dentro do que é Reserva Natural Yum Balam, é considerado Holbox Island, como parte de uma das regiões ecológicas mais importantes e hospedar uma grande diversidade de ecossistemas.
Situado na confluência das correntes do Golfo do México e Mar do Caribe, as águas circundantes da Ilha Holbox são caracterizados como sendo entre a água e os nutrientes mais rico em toda a região. Como resultado, a vida marinha da ilha é tão abundante como diversificada: de tubarões-baleia e raias, golfinhos, lagostas, polvos, arraias e tartarugas marinhas, e muitas outras espécies. Além disso, Holbox Island é separada do continente pelo Laguna Yalahau preferenciais mais de 150 tipos de aves, répteis e peixes em seu lugar.
Você só pode chegar a Ilha Holbox por estrada (a duas horas de Cancun) ou de avião (20 minutos). Desde os tempos dos antigos maias, a ilha tem sido um lugar cuja extraordinária beleza e tranquilidade foi apreciado por moradores e visitantes. Na verdade, o nome vem da Maya Holbox significa buraco negro?, Em referência à cor escura das águas do Laguna Yalahau.
Graças aos esforços de preservação Holbox como destino turístico virgem, em grande parte alienígena conseguiu manter o turismo de massa.
Hoje, Holbox é uma pequena vila de pescadores com cerca de 2.000 habitantes, com ruas de areia branca em meio a casas coloridas com telhados de palha para uma boa estilo caribenho. Na verdade, nenhuma estrada é asfaltada e as pessoas se movem ao redor da ilha a pé, de bicicleta ou carrinho de golfe.
Isla Holbox tem um alcance muito amplo e diversificado de acomodação. De parques de campismo e albergues até hotéis de luxo e bangalôs. E enquanto você pode facilmente encontrar especialidades mexicanas e internacionais, Holbox Island se destaca por seus pratos de peixe e marisco fresco delicioso voadas pelos pescadores locais. O prato mais famoso é a pizza de lagosta.
Os turistas vêm para a ilha apaixonada por esse pequeno pedaço de paraíso desconhecido e suas várias atrações permanecem.
Seus rasas, águas azul-turquesa permitir que as pessoas de todas as idades e habilidades para nadar à vontade. Com ventos atingindo a ilha, Isla Holbox é também o lugar ideal para aprender ou praticar kitesurf.
Durante os meses de junho a setembro, Holbox é o anfitrião do maior congregação de tubarões-baleia? o maior peixe do mar. Estas criaturas majestosas, que pode crescer até 15 metros, vêm a cada ano para se alimentar de plâncton. Devido à sua natureza pacífica, você pode nadar ao lado desses gigantes gentis e observá-los em seu habitat natural. Nadar com tubarões-baleia é uma experiência inesquecível.
Além disso, muitas pessoas vêm para Isla Holbox em todo o mundo para a pesca, reconhecido mundialmente. Entre a pesca mais popular é a pesca com mosca, uma vez que Holbox tem o privilégio de sediar um dos tarpon de habitats mais significativos em todo o mundo. Também durante a primavera eo verão, você pode encontrar uma abundância de bonefish, barracuda, pargo, pampo e cavala, entre outros.
Outra atração é a Isla Holbox para os amantes da natureza são muitas aves que residem ou visitam a ilha todos os anos. Em particular, os visitantes podem fazer um tour de três ilhas para ir ao encontro Birds Ilha. Entre as aves que você pode manchar flamingos, pelicanos brancos e marrons, biguás dois cumes, garças avermelhadas plateínos reais (colhereiros e garças) inicialização de pico, etc. estão incluídos.
Há também muitas outras maneiras de curtir a Ilha Holbox, como por exemplo: a cavalo Ecológico equitação, caiaque através de mangues, pipa, ou nadar no poço Yalahau, conhecida desde o tempo dos antigos maias como uma fonte de juventude . Além disso, a Reserva Natural Yum Balam inclui não só Isla Holbox, mas também diversos ecossistemas no continente, como é a maior floresta em Corchales do México, na cidade de Solferino.
De Holbox Island também é possível viajar e / ou excursões para as ruínas de Ek Balam, Chichen Itza, Tulum, Uxmal, cenotes ou parques aquáticos em Valladolid e da Riviera Maya, visitas a Merida ou Cancun, além de muitos mais destinos na Riviera Maya e da Península de Yucatán.

17 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Deserto Ica, Peru

Á cidade de “Ica” está localizada em um fértil vale na parte sul do “Peru”. A fama desta bela cidade é também conhecida pela fabricação da deliciosa aguardente conhecida como “Pisco”. A  excurssão pelo “Vale de Ica” os visitantes podem visitar e conhecer as “Bodegas”, onde até os dias de hoje fabrica “Vinho” e “Pisco” de forma artesanal. Há alguns quilômetros da cidade “Ica”  está localizada á famosa lagoa chamada de “Huacachina” entre belas palmeiras tropicais e  cercada por potentes dunas de areia. Neste lugar os visitantes podem desfrutar de uma bela paisagem natural e praticar um dos esportes mais populares dos últimos tempos conhecido como “Sandboarding” ou “Surf na Areia”. Na cidade de”Ica” também está localizado um dos melhores “Museus Arqueológicos do Perú". 

16

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Hvar, Croácia

Esta charmosa ilha é uma das estações balneárias mais frequentadas da Croácia, novo centro badalado do verão europeu. Numerosos monumentos como a Catedral de Hvar são testemunhas da rica história do lugar, influenciada pela arte gótica e pelo Renascimento. Além de história, Hvar tem belas praias banhadas pelas águas azuis do mar Adriático.

Uma ilha que reúne belezas indescritíveis da natureza dentro de muralhas históricas que cercam a cidade.
 
Com certeza Hvar merece ao menos uma semana para se explorar com calma e aproveitar o clima croata desta ilha que recebe atenção de jovens em busca de badalação e pessoas de todas as idades que ficam embasbacados com as belezas naturais de cada pedaço desta ilha, conhecida por ser a mais ensolarada de toda a Croácia!


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Sandcut Beach - Ilha de Vancouver (Canadá)

Esta bela praia da Ilha de Vancouver passa despercebida para os turistas que viajam de carro pela West Coast Road. Mas depois da ponte, localizada antes do Rio Jordan, após uma trilha pela mata, chega-se a este lugar quase deserto. É possível ficar horas lá sem encontrar uma única alma. O chão é todo de pedrinhas arredondadas e lisas. Na ponta da praia, a água do Sandcut Creek cai pelas rochas formando duas belas cachoeiras.


Aqui, como de resto em todo Canadá, faz frio boa parte do ano. As águas do mar não passam dos 8 graus de temperatura (no alto verão), embora sempre haja um bando de loucos disposto a enfrentá-las a nado, a caiaque ou à vela. O acesso de balsa leva 1h30 a partir de Vancouver e não há peixes ornamentais ou recifes de coral no caminho. Mesmo assim, o lugar é estupendamente belo—e deixar de incluí-lo numa reportagem sobre ilhas paradisíacas  é quase uma heresia.

A questão é que, como muitos destinos edênicos, Victoria fica fora de mão. Quer dizer: encostada no longínquo litoral noroeste da América, ela está a pelo menos 15 horas do Brasile, a maior parte dos viajantes nem sabe que ela existe.

Pois existe. E mais: chama-se, oficialmente, Vancouver Island, uma vasta porção de terra ocupada, no passado, por índios da tribo inuit, cujos sucessores ainda vivem por aqui. O nome Victoria acabou naturalmente associado ao lugar por causa da cidade homônima que fica no extremo sul da ilha—e que é, também a capital política do imenso Estado canadense chamado Bristish Columbia.

Pois Victoria é, em todos os sentidos, uma visão bem acabada do paraíso. As estradas são perfeitas, os campos são cuidados como jardins, as florestas povoadas de esquilos e pássaros nativos. Os povoados são caprichados como maquetes e, por onde se passa, fica a sensação de que uma seleta equipe de jardineiros e pintores esteve lá horas antes para “dar um acabamento”.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Córsega, França

Esta bela ilha do litoral francês, próxima à Itália, é um dos destinos favoritos de turistas europeus para suas férias de verão. O clima agradável, a vegetação farta e as belas praias da Córsega fazem dela um lugar ideal para uma viagem em família ou a dois. Foi aqui que nasceu Napoleão, pouco após a ilha ter passado de mãos italianas a francesas, fazendo com que o famoso imperador “quase” tenha nascido italiano.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Cuba

Cuba é uma das ilhas mais míticas e misteriosas do mundo. Estagnada nos anos 50, quando Fidel Castro tomou o poder, viajar a Cuba é como viajar ao passado, com carros antigos e infraestrutura precária. No entanto, o país recebe bem os milhares de turistas estrangeiros, que não vivem nas mesmas condições em que vivem os cubanos. Varadero, por exemplo, é um balneário ocupado por resorts luxuosos, restaurantes chiques e uma noite agitada.

A costa de Varadero é mesmo de tirar o fôlego e o lugar conta com ótima infra-estrutura de hotéis, incentivada pela liberação de Fidel para que grandes redes hoteleiras se instalassem por ali. Se você estiver interessado em regiões mais tranqüilas e não tão produzidas, siga até a ilha de Cayo Coco ou Guardalavaca.

Outra boa opção é Cayo Largo. Praia é o que não vai faltar no seu programa. São 300 delas em 3,2 mil quilômetros de costa. E ainda existem as ilhotas ao redor da ilha maior.  


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Kaihalulu Beach (Red Sand Beach) Maui – Havaí

Um dos cinco condados do estado norte-americano do Havaí, Maui tem mais de 80 belas praias. Entre elas, destaca-se a Red Sand Beach, com suas areias vermelho-escuro. A praia em formato de lua crescente é envolta por uma colina de origem vulcânica, coberta de pinheiros. No meio do mar, um paredão de lava negra protege a costa das ondas mais fortes. 
O azul do mar, o verde das árvores, o vermelho da areia e o preto do arrecife formam uma paisagem única. O acesso a este paraíso, no entanto, é bem difícil. Ao final da Uakea Road, é preciso atravessar por uma propriedade particular até o início da trilha. De lá, há um caminho íngreme de 10 minutos até a areia.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Ile de Ré, França

Para chegar a esta ilha francesa, basta com ir até a La Rochelle, no litoral atlântico francês, e pegar uma ponte de três quilômetros. A Ile de Ré, pouco conhecida dos turistas estrangeiros, é muito visitada pelos franceses em busca de um ambiente agradável, natureza e tranquilidade para férias em família. Tudo isso acompanhado do estilo bon vivant dos franceses, que inclui bons vinhos para acompanhar ótimas refeições.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Pink Sands Beach (Em Harbour Island – Bahamas)

Uma das praias mais bonitas das Bahamas não atrai milhares de turistas por causa de areia branca e fofa. A Pink Sands Beach, como o nome indica, exibe uma belíssima areia rosada. A coloração deve-se a pedacinhos de conchas vermelhas e rosa que foram esmagadas pelas ondas e misturadas à areia e a estilhaços de coral. São 4,8 quilômetros de praia, com mar azul-turquesa que convida à prática do mergulho ou snorkel. Além das atividades aquáticas, pode-se também fazer cavalgadas à beira-mar.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Canyon do Poty - PI

O Canyon do Poty aconteceu naturalmente por meio de uma falha geológica, ocorrida há milhões de anos. O Rio Poty, que nasce no Ceará, deveria seguir para o litoral cearense, entretanto desvia pela fenda geológica ao chegar no Município do Buriti dos Montes, atravessa a Serra da Ibiapaba e desemboca no Rio Parnaíba, na Vila do Poti, já em Teresina. 

Esse fenômeno resultou numa bela paisagem, com relevo, flora e fauna que estão agora em estado de vigília para serem preservados. Apesar de não muito conhecido, o Canyon tem atraído turistas de várias partes do Brasil e de outros países. Ainda tem despertado a curiosidade de ecologistas que estudam inscrições rupestres. Não deixe de observar as escavações feitas na rocha pelas correntezas, ganhando formas diferentes, bem peculiares. Ainda chegam a promover cavernas e abrigos naturais. Os paredões da garganta atingem 60 metros de altura. 

Do centro da cidade, o acesso mais fácil é de carro, preferencialmente 4x4. 

 Canyon do Poty

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Parque Aquático Thermas dos Laranjais - SP

O Parque Aquático Thermas dos Laranjais é a principal atração turística e de lazer da cidade de Olímpia e um dos maiores do Estado de SP. Com inúmeras piscinas de águas quentes natural, o destaque fica por conta da que possui ondas e, também, o toboágua com várias pistas de diferentes alturas.
O Thermas está localizado num lindo vale, naturalmente protegido e enfeitado pelo verde exuberante do local. O magnífico parque aquático, de fonte mineral, naturalmente aquecida pelas rochas submersas a mais de mil metros, encanta pela harmonia e aprimoramento paisagístico.

Hoje o Thermas dos Laranjais é considerado um dos maiores empreendimentos de Parques Aquáticos da América Latina. Vale a pena conhecer e desfrutar desse verdadeiro paraíso das águas quentes! .

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Gruta do Maquiné - MG



Gruta do Maquiné, localizada em Cordisburgo, foi descoberta em 1825 pelo fazendeiro Joaquim Maria Maquiné, e posteriormente explorada cientificamente pelo naturalista dinamarquês Dr. Peter Wilhelm Lund, em 1834.

O naturalista pesquisou a caverna durante quase dois anos. Em sua pesquisa sobre a paleontologia brasileira, Dr. Lund descobriu restos humanos e de animais petrificados, oriundos do período quaternário.

A Gruta do Maquiné tem sete salões explorados, com 650 metros de extensão e profundidade de 18 metros. Suas galerias e salões são resultado do trabalho da água durante milênios. O principal elemento da formação da Maquiné é o carbonato de cálcio. Porém, a gruta também apresenta sinais de outros minerais: a sílica, gesso, quartzo e o ferro. 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Salto do Itiquira, GO

A 115 km de Brasília, no norte do estado de Goiás, o Salto do Itiquira é uma das maiores quedas de água do Brasil, com 168 m de altura. O Parque Municipal do Itiquira tem trilhas de acesso, que forma lindas paisagens, especialmente quando a combinação do sol e da água formam um arco-íris.

São 168m de altura, dando a esse magnífico lugar toda paz e tranqüilidade para quem deseja sair do stress do dia-a-dia. O Parque municipal do Itiquira oferece um passeio de fácil acesso e calçado, do estacionamento até a queda são aproximadamente 15 minutos, é um passeio para toda as idades.

Para quem procura mais aventura o Salto do Itiquira oferece trilhas para o acesso acima da cachoeira, com um cenário incrível.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Carcassonne - França

A primeira impressão que se tem em Carcassonne é a de um castelo encantado, que alguma fada terá feito nascer no cimo da colina com um toque da sua varinha mágica. Uma vez dentro das muralhas, descobre-se uma verdadeira relíquia da Idade Média, justamente procurada por milhões de turistas todos os anos.

O destino de Carcassonne está traçado: será para sempre uma obra de arte inegável, e uma das maiores atracções turísticas do país. A reconstrução fixou-a para sempre na Idade Média, apesar da cidade ter atravessado muitas outras épocas. E é, talvez, esta operação de “congelamento” temporal o que lhe empresta toda a magia de cenário perfeito, que nos faz mergulhar profundamente num passado distante.
 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Portofino - Itália

Portofino faz parte de um mundo exclusivíssimo. Giorgio Armani costumava passar temporadas ali para pensar em seus modelitos. George Clooney, Tom Cruise e Jennifer Lopez já foram vistos passando o veraneio em seus iates e barquinhos de luxo. Madonna celebrou seus 50 anos na vila e Ri-Rihanna foi lá tomar um gelato na pracinha principal. Entre as boutiques, Cartier, Dior e Louis Vuitton disputam o espaço junto aos pescadores locais, nesta que talvez seja a vila mais pitoresca da Itália.

Com uma população de pouco mais que 500 moradores, Portofino é um lugar que vale a pena conhecer e passar uma tarde ensolarada ao lado do mar. Isso significa visitar durante os meses de Abril a Setembro. Nos demais meses é legal também, mas você corre o risco de pegar chuva e encontrar boa parte das lojas e restaurantes fechados. O vilarejo ficou famoso nos anos 60, quando as highclasses de Roma passavam seus finais de semana por lá, revezando-se entre Portofino, Capri e outros achados da alta classe.
Hoje em dia é refúgio dos milionários de Los Angeles e da galera "não-me-importo-que-o-prosecco-custe-mais-de-800-euros".

Agora se você também faz parte do esquema "sou pobre mas vou dar uma de madame", saiba que dá pra conhecer Portofino em algumas horas, tirar fotos dos milionários e de quebra fazer um hiking pelos maravilhosos penhascos à beira mar.

Com exceção das estrelas do cinema e dos príncipes que ainda existem pela Europa, quase todo mundo que visita Portofino é gente curiosa e quebrada. Ou ao menos é gente sensata, que não vai gastar o salário da vida pagando uma fortuna nos pequenos castelos e passeios de alta gama. Então, é claro que é possível visitar a vila sem gastar quase nada. 
 

 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Galápagos - Equador

As Ilhas Galápagos são um arquipélago composto por 12 ilhas principais e várias ilhotas. Quatro delas são habitadas: Ilha de Santa Cruz (onde está a cidade de Puerto Ayora, com cerca de 12 mil habitantes), Ilha Isabela (Puerto Villamil é a cidade com cerca de 8 mil habitantes), Ilha de São Cristóvão (Puerto Baquerizo Moreno, com 4 mil habitantes) e Ilha Floreana com 150 habitantes.

As atrações nas ilhas baseiam-se principalmente na observação da flora e fauna local (tartarugas gigantes terrestres, uma infinidade de pássaros, iguanas, lobos marinhos e uma fauna marinha riquíssima). As paisagens alternam florestas, praias e vulcões. As ilhas também são também um ponto internacional de mergulho. Mas mesmo não sendo mergulhador é possível fazer snorkel em águas límpidas observando uma quantidade de peixes, tartarugas, arraias e ter a incrível sensação de nadar ao lado de lobos marinhos.

Você pode comprar passeios turísticos tanto nos hotéis quanto nas várias operadoras de turismo que existem na cidade. Os passeios são principalmente passeios de barco (mergulho e snorkel), trekking, passeios a cavalo e visitas às praias, fazendas de tartarugas gigantes, vulcões... Alguns passeios podem ser feitos por conta própria, porém em outros é necessária a presença de um guia oficial, visto que Galápagos é um parque de conservação ambiental.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Salar de Uyuni, na Bolívia

A travessia por essa região localizada a (distantes) 600 km de La Paz é um dos roteiros turísticos mais bem sucedidos de toda a Bolívia e atrai, durante todo o ano, visitantes estrangeiros em busca de experiências exclusivas em terras sul-americanas. Seja durante o inverno, quando aquela imensidão branca ameaça cegar os olhos dos desavisados, ou nos meses de verão, quando degelo e chuvas formam uma lâmina que reflete um céu sem fim, o Salar de Uyuni é sempre garantia de boas imagens.

A melhor forma para conhecer esse deserto de sal de 12 mil km², resultado da evaporação de antigo lagos a 3600 metros de altitude é contratar os diversos tours comercializados na pequena Uyuni, cidade que serve como base e ponto de partida para quem vai cruzar a imensidão branca  em uma viagem de 4 dias de duração que termina na fronteira com o Chile, bem na boca do Deserto do Atacama. O roteiro costuma ter início a 1 km do centro do povoado, onde está o Cemitério de Trens que guarda sucatas de vagões abandonadas por empresas europeias que tentaram explorar a região. O cenário rende boas imagens. Dali para frente, o asfalto será uma imensa placa branca de sal e o céu como horizonte. Em Colchani, o sal é protagonista e está presente nos trabalhos artesanais feitos por locais e nas peças de um pequeno museu. A próxima parada, uma das mais aguardadas de todo o roteiro, é na Isla Incahuasi, cujos destaques são os cactos gigantes que chegam a ter mais de 10 metros de altura.

04

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Fraser Island, Austrália

A Fraser Island não é uma região, mas somente uma ilha que faz parte da Fraser Coast. O motivo de incluí-la em uma página à parte, deve-se ao fato de ser um dos locais mais extraordinários na Austrália. A Ilha tem aprox. 120 km de comprimento por 15 Km de largura, sendo que além de ser patrimônio da humanidade, tem 1/3 da área total como parque nacional, conhecido como The Great Sandy National Park (foto acima). A ilha é constituida inteiramente de areia, sendo considerada a maior ilha de areia no mundo, com dunas, e formações de florestas que chegam a atingir 180 metros acima do nível do mar. Para levar carro para a ilha (somente 4x4), ou para acampar fora dos campings, é necessário uma permissão, que pode ser comprada em Hervey Bay, ou na própria ilha ao chegar. De qualquer forma, se você for se hospedar em um camping, hostel, ou qualquer outro tipo de hospedagem registrada e licenciada, não é preciso pagar essa permissão para hospedagem. A ilha é um paraíso para os que gostam de natureza pristina, pescarias, caminhadas, observação de pássaros, praias de areias brancas e água quente cristaliana, ou simplesmente não fazer nada.

Fraser Island

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Machu Picchu, Peru

Machu Picchu é simplesmente a atração número um do Peru e talvez da própria América Andina. Desde que a descoberta científica da cidadela inca foi anunciada pelo historiador americano Hiram Bingham em 1911, sua complexa e misteriosa arquitetura encastelada num cenário montanhoso dramático vem atraindo turistas de todo o mundo.

Tanta popularidade levou Machu Picchu, uma das novas sete maravilhas do mundo, a sofrer com o turismo desenfreado e alguns dos preços mais altos do país. Mesmo assim, hordas de turistas desembarcam sem parar nessa antiga cidade inca de pedra, seja pela clássica Trilha Inca ou por trens vindos de Cusco. E motivos não faltam para tamanha determinação. Machu Picchu, que em língua quéchua significa “montanha velha”, está localizada sobre uma montanha de granito e abriga impressionantes construções erguidas com pesados blocos de rocha. Cercado de enigmas a respeito de sua criação e serventia, o local, declarado pela Unesco como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade, está a 112 quilômetros de Cusco e 2.350 metros acima do nível do mar.

Para muitos, é a viagem de uma vida.

Atenção: devido à rápida degradação do sítio, o governo peruano vem limitando o número de visitantes ao local. Para quem viaja com agências, elas providenciarão a reserva para ingresso às ruínas, mas os independentes o deverão fazê-lo com antecedência junto às autoridades.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS